14 maio, 2015

IPB vai publicar Anuário das IPSS


 O Instituto Politécnico de Bragança (IPB) firmou um protocolo com a Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas com vista à publicação de um Anuário sobre o terceiro sector, relacionado com a situação económica e financeira das instituições particulares de solidariedade social (IPSS). “Tratam-se de instituições que têm dotações orçamentais, é preciso ter noção de como é que as coisas estão a correr, para ter um conhecimento global sobre as IPSS”, explicou Domingues Azevedo, bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), durante uma visita ao IPB na passada quinta-feira.
Cabe ao IPB desenvolver o trabalho científico desta espécie de anuário que, Domingues Azevedo, classificou de trabalha “inédito”, pois permite verificar “como são geridas as IPSS, quanto gastam ao Estado, como gastam e que efeitos tem o seu trabalho na vida dos cidadãos a atividade que desenvolvem”.
A proposta de avançar com este trabalho partiu do instituto, cujo presidente, Sobrinho Teixeira, explicou que “será um anuário semelhante ao que se faz para os municípios, e que achamos que seria importante para as IPSS para que haja uma evolução positiva na gestão das contas deste sector”. O IPB dispõe de um centro de investigação em cooperação com outros institutos da região Norte. “Será através deste centro que se vai fazer o estudo, que terá uma periodicidade anual. Penso que temos essa capacidade instalada, que foi avalisada pela da OTOC. O objetivo passa por ajudar a tornar mais transparente e eficiente a gestão dos dinheiros públicos no terceiro sector”, sublinhou Sobrinho Teixeira. O primeiro anuário será lançado em 2016.

Publicado em 'Mensageiro de Bragança'.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo